(Imagens enviadas pelo autor do blogueBelenenses Ilustrado“, a quem reitero o agradecimento)

No Verão de 1975, o Clube do Cromo lançou uma das mais estranhas colecções do mercado. Para começar, o álbum tem na capa a indicação da época de 1975-1976 mas, na verdade, não é bem assim. Na contracapa, os editores fazem um esclarecimento – embora pareça um pedido de desculpas -, que não justifica a forma como o álbum foi estruturado. Com a época 75-76 a começar, o Clube do Cromo colocou na colecção os 16 participantes da temporada anterior, esquecendo os recém promovidos Sporting de Braga, Estoril-Praia e Beira-Mar. Depois, para o tornar mais actual, acrescentou, já pré-impressa, uma separata de 4 páginas centrais, onde constam os cromos relativos às transferências. Resultado: Yazalde aparece no Sporting CP, mas a mesma fotografia aparece nas transferências com o atleta já equipado com as cores do Olympique de Marseille – para onde se transferira – e a indicação ex-Sporting. As estranhas cores pintadas nos equipamento dos atletas que mudaram de clube repetem-se em todos os cromos de jogadores, sendo verdadeiramente incríveis as dos que se mudaram para clubes estrangeiros em que o autor da façanha decidiu inventar equipamentos!

(via Cromos de Futebol)

Anúncios