Fevereiro 2014


juniores ufcit  82_83 - camp. distritais

(O meu agradecimento a Hugo Tiago, pelo envio desta e da foto anterior)

Anúncios

juniores ufcit 91_92
Em cima: Paulo Bento; Ricardo Vieira; Paulo Vieira; Jorge Simões; Morgado; Ricardo Segorbe; Hugo Tiago; Paulo Simões e Casimiro

Em baixo: David Alves; Tigão; Lula; Luís Duarte; Vitor Felisberto; Pedro Cajada; Humberto Cordeiro

(faltam na foto: Hugo Tempera; Curto Pereira; Vitor Pires; Jorge Alves; Carda; Ladeira; Marco Aurélio; Pedro Pinto; Rui Bernardino; Paulito; Jordão; João Santos; Paulo Moura; Mister Patrício Lopes; massagista José Maria)

Recuperar o património histórico do União de Tomar, nomeadamente dos seus momentos mais grandiosos, deixando um legado para as gerações vindouras é o que moveu Leonel Vicente, tomarense de 47 anos, natural da freguesia de Olalhas, a escrever um livro sobre o centenário do U. Tomar. O facto de nunca ter escrito um livro e residir em Lisboa há vários anos, onde exerce a profissão de auditor, não impediu que o desafio lhe fosse lançado pelo actual presidente do clube, Abel Bento.

A obra está em fase de acabamento e vai chegar ao público a 4 de Maio de 2014, data do centenário do U. Tomar. “Este projecto nasceu por altura do 95.º aniversário do clube, como um sonho pouco definido, quando criei um blogue dedicado especificamente à recolha e compilação de dados sobre o historial do União de Tomar (https://uniaotomar.wordpress.com)”, revela a O MIRANTE.

“É um livro que foi sendo escrito ‘a meias’ com uma diversidade de grandes cronistas e autores, alguns dos nomes maiores do jornalismo desportivo em Portugal, a par dos jornalistas locais”, descreve. A obra intercala a narrativa detalhada da história do clube com excertos de crónicas de jogos de várias épocas.

As fotografias, que surgem como separadores das várias partes em que o livro se compõe, são de época, disponibilizadas por várias pessoas, desde jogadores a dirigentes, ou adeptos e simpatizantes, na maior parte das vezes sem que tenha sido possível apurar a sua autoria. O livro foi escrito durante três anos, sobretudo à noite e nos tempos livres, em paralelo com a pesquisa e compilação de documentos. Um trabalho a que, nos últimos meses, se dedicou todas as noites. O prefácio é de Vítor Serpa, há vários anos director do jornal A Bola.

O grande incentivo para escrever o livro deu-se quando, em Maio de 2010, foi realizada uma homenagem aos campeões nacionais da II Divisão de 1973-74, organizada pelos veteranos do União. O convite de José Martins e José Tapadas Martins permitiu-lhe conviver directamente com alguns dos ídolos da sua infância, casos de Conhé, Faustino, Kiki, Manuel José, Raúl Águas, Bolota, Camolas ou Totói, de quem coleccionou os famosos cromos.

Seguiu-se um trabalho de pesquisa, ao longo de cerca de quatro anos, na Hemeroteca de Lisboa, onde consultou todos os exemplares publicados pelos jornais locais, bem como os jornais desportivos nacionais. Passou ainda algum tempo na Biblioteca Municipal de Tomar e na Biblioteca Nacional de Portugal.

Carlos Silva, seu antigo director, ofereceu-lhe a colecção integral do “Jornal União de Tomar”. Apesar de não ter realizado entrevistas formais, Leonel Vicente participou em alguns encontros com veteranos do clube, nomeadamente no Torneio dos Templários, mantendo contactos com antigos jogadores e directores, casos de Faustino, Totói, Mário Pinto ou Rui Costa, onde foram recordadas memórias da vida do clube.

(O Mirante, 27 de Fevereiro de 2014)

                            Total               Casa            Fora
                    Jg  V  E  D    G    Pt   V  E  D   G     V  E  D   G
 1º U. Tomar        30 24  4  2  85-17  52  13  1  1 46- 7  11  3  1 39-10
 2º Torres Novas    30 20  5  5  64-25  45  13  1  1 42-11   7  4  4 22-14
 3º Águias Alpiarça 30 20  3  7  51-22  43  11  2  2 33- 9   9  1  5 18-13
 4º Riachense       30 13 10  7  59-36  36   8  4  3 29-13   5  6  4 30-23
 5º Ferroviários    30 14  5 11  46-33  33   9  4  2 24-10   5  1  9 22-23
 6º Moreirense      30 14  4 12  32-28  32   8  1  6 19-16   6  3  6 13-12
 7º Tramagal        30 11  9 10  41-35  31   9  4  2 27-12   2  5  8 14-23
 8º Vilarense       30 14  2 14  36-42  30   9  1  5 20-14   5  1  9 16-28
 9º Benavente       30 10 10 10  27-32  30   8  4  3 21-12   2  6  7  6-20
10º Amiense         30 13  4 13  48-40  30   8  3  4 24-13   5  1  9 24-27
11º Mindense        30 10  7 13  32-44  27   7  3  5 23-18   3  4  8  9-26
12º Alferrarede     30  8  9 13  28-41  25   6  3  6 21-22   2  6  7  7-19
13º Rio Maior       30  8  7 15  34-55  23   6  5  4 18-16   2  2 11 16-39
14º Abitureiras     30  7  6 17  33-65  20   5  4  6 24-24   2  2 11  9-41
15º Benf. Ribatejo  30  5  5 20  25-49  15   4  4  7 17-21   1  1 13  8-28
16º Sardoal         30  2  4 24  24-101  8   2  3 10 17-42   -  1 14  7-59

Promovido à III Divisão Nacional – U. Tomar

Despromovidos à II Divisão Distrital – Abitureiras, Benf. Ribatejo e Lagartos Sardoal

(Imagem – “Cidade de Tomar”, 09.06.1988)

***

A evolução do Campeonato Distrital da I Divisão da época de 1987-88, em que o União de Tomar se sagrou Campeão Distrital, assim obtendo a promoção à III Divisão Nacional, foi já recordada nestas páginas (no mês de Junho de 2011), podendo ser consultada aqui.

                      Jg     V     E     D       G       Pt
 1º Marinhais         30    21     5     4    60 - 19    47
 2º Alcanenense       30    18     8     4    46 - 19    44
 3º U. Tomar          30    18     7     5    54 - 18    43
 4º Torres Novas      30    18     7     5    59 - 15    43
 5º Moreirense        30    15     7     8    52 - 26    37
 6º Águias Alpiarça   30    16     5     9    49 - 24    37
 7º Tramagal          30    14     9     7    36 - 20    37
 8º Riachense         30    11     8    11    33 - 42    30
 9º Ferroviários      30     9     7    14    32 - 32    25
10º Amiense           30     8     8    14    25 - 30    24
11º Abitureiras       30     8     8    14    29 - 55    24
12º Mindense          30     9     5    16    30 - 40    23
13º Rio Maior         30     8     4    18    23 - 56    20
14º Lagartos Sardoal  30     9     2    19    39 - 72    20
15º Benavente         30     5     5    20    21 - 46    15
16º Juv. Lapas        30     4     3    23    15 - 89    11

Alcanenense – Ferroviários – 2-1
Juv. Lapas – Rio Maior – 0-3
Riachense – Tramagal – 0-0
Abitureiras – Benavente – 3-1
Mindense – U. Tomar – 3-0
Sardoal – Amiense – 1-0
Marinhais – Torres Novas – 1-0
Águias Alpiarça – Moreirense – 0-1

Promovidos à III Divisão Nacional – Marinhais e Alcanenense (este na sequência de alargamento dos Campeonatos Nacionais)

Despromovido à II Divisão Distrital – Juv. Lapas

 

                            Total               Casa            Fora
                    Jg  V  E  D    G    Pt   V  E  D   G     V  E  D   G
 1º Marinhais       29 20  5  4  52-17  45  12  2  - 30- 4   8  3  4 22-13
 2º U. Tomar        29 18  7  4  54-15  43  11  3  1 36- 5   7  4  3 18-10
 3º Torres Novas    29 18  7  4  44-13  43  12  3  - 24- 3   6  4  4 20-10
 4º Alcanenense     29 17  8  4  41-15  42   9  3  2 22- 8   8  5  2 19- 7
 5º Águias Alpiarça 29 16  5  8  38-23  37   9  3  2 23- 8   7  2  6 15-15
 6º Tramagal        29 14  8  7  33-17  36   9  5  1 26- 5   5  3  6  7-12
 7º Moreirense      29 14  7  8  44-21  35   8  2  5 32-15   6  5  3 12- 6
 8º Riachense       29 12  5 12  31-36  29   9  2  3 19- 8   3  3  9 12-28
 9º Ferroviários    29  9  7 13  25-28  25   6  3  6 14-12   3  4  7 12-16
10º Amiense         29  8  8 13  18-25  24   6  3  6 11- 8   2  5  7  7-17
11º Abitureiras     29  7  8 14  24-46  22   5  6  3 16-18   2  2 11  8-28
12º Mindense        29  8  5 16  27-39  21   8  1  5 19-12   -  4 11  8-27
13º Rio Maior       29  7  4 18  17-40  18   6  2  7 12-13   1  2 11  5-27
14º Sardoal         29  8  2 19  28-61  18   7  1  6 22-24   1  1 13  6-37
15º Benavente       29  4  7 18  17-36  15   3  6  6 10-12   1  1 12  7-24
16º Juv. Lapas      29  4  3 22  12-73  11   1  3 10  6-29   3  - 12  6-44

Ferroviários – Águias Alpiarça – 0-1
Rio Maior – Alcanenense – 0-1
Tramagal – Juv. Lapas – 8-0
Benavente – Riachense – 2-3
U. Tomar – Abitureiras – 5-0
Amiense – Mindense – 1-1
Torres Novas – Sardoal – 3-1
Moreirense – Marinhais – 0-3

Nota – A indicação dos golos marcados e sofridos considera apenas os resultados conhecidos

ut-jun-89-90
Em cima: Hugo, Norberto, Nuno Pedro, Célio, Gameiro, João Henriques, Caleiro, Saldanha e Joaquim Segorbe (treinador);
Em baixo: Paulo Santos, Zé-Tó, Luís, João Paulo, Hélio e Porfírio

(foto enviada por Luís Boavida – Nuno Pedro)

Página seguinte »