Centenas de pessoas quiseram associar-se ao lançamento do livro «União de Tomar, cem anos de história» e lotaram, por completo, o café «Paraíso», um dos espaços mais emblemáticos da cidade nabantina. Antigas figuras do clube, desde dirigentes, jogadores e treinadores, passando aos actuais elementos que fazem o dia-a-dia do emblema, sem esquecer sócios, adeptos e diversas entidades do concelho, todos quiseram associar-se a um momento que serve de memória ao que têm sido os cem anos de um clube reconhecido à escala nacional.

De entre essas presenças, saliência para a de Fernando Mendes, antigo presidente do União de Tomar, que fica para a história do clube como o dirigente que contratou Eusébio. Também Manuel José, um nome que dispensa apresentações no panorama futebolístico nacional, quis associar-se a esta apresentação. Vítor Serpa, director do jornal «A Bola» e autor do prefácio do livro, explicou as razões que o levaram a apoiar a obra de Leonel Vicente.

(via Rádio Hertz)

Anúncios