U. TOMAR – Fábio Silva, David Vieira, Filipe Cotovio (67m – Joca), Fábio Vieira, Douglas, Nuno Rodrigues (c.) (44m – Vinicius), Bruno Araújo, Tiago Sestari (61m – Wemerson Silva), Tiago Vieira, Luís Alves e Pelé

(suplentes – João Brito, Rui Silva, Hugo Marques e Dylan Vieira)

CARTAXO – Ivo Elias, Kiko (90m – Chevi), Bernardo Oliveira, Koeman, Diogo Martins, Tiago Baptista, Rafael Barbosa, Ricardo Henriques, Fred, Tiago Dias (c.) e David Silva

0-1 – Rafael Barbosa – 59m
1-1 – Bruno Araújo – 88m

U. Tomar ganhou 8-7 no desempate da marca de grande penalidade: 1-0; 1-1; 2-1; 2-2; 3-2; 3-3; 4-3; 4-4; 5-4; 5-5; 6-5; 6-6; U. Tomar não converteu a 7.ª tentativa; Cartaxo não converteu a 7.ª tentativa (defesa de Fábio Silva); 7-6; 7-7; 8-7; Cartaxo não converteu a 9.ª tentativa (defesa de Fábio Silva)

Cartões amarelos – Filipe Cotovio (61m), Wemerson Silva (76m), João Brito e Bruno Araújo (85m); Chevi (59m), Koeman, Ivo Elias (68m), Tiago Baptista (70m), Ricardo Henriques (83m), Bernardo Oliveira (83m) e Tiago Dias (90m)

Árbitro – Patrício Pereira