O campeonato distrital está hoje em pausa, para disputa da última jornada da fase de grupos da Taça do Ribatejo, na qual serão definidas as oito vagas restantes de acesso aos 1/8 de final da prova, após U. Tomar, Pego, U. Almeirim, Cartaxo, Coruchense, U. Abrantina, Glória do Ribatejo e Moçarriense terem garantido já o apuramento na ronda anterior, em função das duas vitórias que alcançaram nas duas partidas disputadas.

Para além destes oito clubes já apurados, existem outros em posição bastante vantajosa para garantir a qualificação, nomeadamente: o Amiense (que visita o Aldeiense, do escalão secundário); o Mação (que recebe o At. Ouriense, e, desde que não perca, poderá até deixar de fora a formação de Ourém, pese embora a goleada de 10-0 obtida pelo At. Ouriense na jornada anterior); o Riachense (visitado pelo Tramagal); e o U. Santarém (que recebe o Vale da Pedra).

Nesta ronda, teremos os seguintes encontros mais aliciantes, entre clubes do principal escalão: o já referido Mação-At.Ouriense, duas equipas que, nas últimas seis temporadas, se defrontaram em Mação, para o campeonato, por nove vezes, com 6 triunfos dos maçaenses (o último, por 4-1, já na presente época) e três empates.

Por outro lado, o Cartaxo-Benavente, que poderá possibilitar o apuramento dos benaventenses, eventualmente mesmo em caso de derrota, desde que o Marinhais não vença na Ribeira de Santarém, frente aos “Caixeiros”. Aqueles dois clubes encontraram-se, nos anos mais recentes, por três vezes no Cartaxo, com uma vitória dos cartaxeiros e dois empates.

E, por fim, o Fazendense-Coruchense, com a turma do Sorraia já apurada, mas o Fazendense, possivelmente, a necessitar pontuar, dada a expectável vitória do Samora Correia na Barrosa. Tal como no caso anterior, as duas formações cruzaram-se, em jogos do campeonato, nas Fazendas de Almeirim, por três vezes, com uma tendência de absoluto equilíbrio: um triunfo para cada lado e uma igualdade.

Outros encontros em que estará em jogo o apuramento para a fase seguinte da competição serão os seguintes:

  • Aldeiense-Amiense e Rio Maior-Pego, na Série 1, com os conjuntos de Amiais de Baixo e de Rio Maior actualmente igualados na 2.ª posição, ambos com 3 pontos;
  • Alferrarede-U. Atalaiense, na Série 2, em caso de a U. Atalaiense conseguir somar mais pontos (sendo expectável a sua vitória neste desafio) que o At. Ouriense na sua difícil deslocação a Mação;
  • Riachense-Tramagal, desta feita com a turma de Riachos certamente a não deixar escapar o triunfo, que lhe garantirá o apuramento; deixando paralelamente a outra vaga à mercê do Torres Novas, também amplamente favorito na recepção ao Espinheirense, na Série 4;
  • Empregados do Comércio-Marinhais, na Série 6, com a formação do escalão secundário ainda com eventuais possibilidades de apuramento, caso o Benavente seja derrotado no Cartaxo;
  • Santarém-Vale da Pedra, como que uma “final” na Série 7, em que está já apurado o Moçarriense;
  • Barrosense-Samora Correia, com os samorenses, notoriamente favoritos, à espera, caso confirmem o triunfo, de um eventual desaire caseiro do Fazendense, ante o também já apurado Coruchense, na Série 8.

Já sem impacto a nível das contas de apuramento, o U. Tomar recebe a U. Abrantina, para decisão do vencedor da Série 3 – estando ambos os clubes já qualificados.

Também na Série 5, Glória do Ribatejo e U. Almeirim garantiram já o apuramento, disputando o 1.º lugar da respectiva série, em encontro a disputar entre ambos, em Almeirim, onde os visitados têm ditado a sua “lei”…

(Texto da rubrica da Rádio Hertz, com a perspectiva da jornada – 22.01.2017)

Advertisements