Após a pausa para disputa da última jornada da fase de grupos da Taça do Ribatejo, está de volta o Campeonato Distrital, prestes a entrar na sua fase decisiva, ao atingir-se o segundo terço da prova, nesta 17.ª ronda especialmente com dois aliciantes desafios envolvendo quatro dos cinco clubes da dianteira da pauta classificativa.

A abrir, é de assinalar a curiosidade de uma imediata “reedição” do confronto entre Fazendense e Coruchense, certamente com o líder da I Divisão a procurar rectificar a desfeita sofrida na Taça no passado fim-de-semana. No historial recente de confrontos entre ambas as equipas, em jogos a contar para o campeonato, em Fazendas de Almeirim, uma perfeita igualdade, com um triunfo para cada equipa e um empate, na última vez que se defrontaram, em 2014-15… um desfecho que se poderá repetir esta tarde.

Mas, se o guia não terá tarefa fácil, menos difícil não deverá ser a deslocação do 2.º classificado, Riachense, a Amiais de Baixo, ao terreno do 3.º classificado, Amiense, no que constituirá talvez uma das últimas hipóteses de a formação da casa se procurar aproximar do topo da tabela. Também neste caso temos a registar três encontros entre estes dois conjuntos, nos últimos seis anos, mas, aqui, com notória tendência favorável ao grupo visitado, com duas vitórias do Amiense e um empate.

Outra partida de interesse é a que coloca frente a frente o Samora Correia e o Torres Novas, que, na última vez que se cruzaram em Samora, já na distante temporada de 2010-11, resultou numa goleada a favor dos torrejanos, ganhando por 4-0. Hoje, a vitória dos forasteiros até poderá eventualmente repetir-se – embora possa ser mais previsível uma situação de empate –, mas certamente que não por marca tão dilatada.

Quanto ao União de Tomar, recebe o Pego, turma que vem de três desaires sucessivos para o campeonato. Também neste caso, as duas últimas vezes que estas equipas se encontraram no principal escalão ocorreu na época de 2010-11, então com duas goleadas dos unionistas, vencendo por 3-0 e por 4-1. Uma tendência que se antecipa possa confirmar-se, apresentando-se os tomarenses com claro favoritismo para este embate.

Os Empregados do Comércio têm a visita do U. Almeirim, sendo que estes dois clubes se defrontaram, na I Divisão, apenas por uma vez, na temporada passada, então num encontro sem golos. Um desfecho que também se afigura de alguma probabilidade para o jogo de hoje.

O Mação recebe o Cartaxo, tendo estes dois “onzes” sido adversários por cinco vezes nas últimas seis edições do campeonato, com quatro triunfos dos homens da casa, e apenas uma vitória para os cartaxeiros, já na época de 2010-11. Os maçaenses, bem melhor classificados que o seu opositor, apresentam-se também como favoritos para a partida de hoje.

Por fim, temos ainda o At. Ouriense-Benavente, curiosamente o confronto mais repetido nos últimos anos, de entre os duelos desta jornada, com seis encontros, igualmente com forte tendência caseira, com a formação de Ourém a ganhar por quatro vezes, tendo cedido apenas dois empates, ambos na temporada de 2011-12. Dada a trajectória que as duas equipas vêm realizando na prova desta época, os visitados são também amplamente favoritos, perante o “lanterna vermelha”.

Mais logo, veremos que surpresas nos reservarão os desafios desta tarde…

(Texto da rubrica da Rádio Hertz, com a perspectiva da jornada – 29.01.2017)

Advertisements