Hertz

O “jogo grande” da jornada 18 é o “derby” do município de Santarém, entre U. Santarém e Amiense, que, em caso de triunfo dos donos da casa, poderá começar a clarificar as águas a nível da disputa do título; ao contrário, se for o emblema de Amiais de Baixo a conseguir ter êxito, tal contenda poderá ficar ainda mais animada.

Apesar de se tratar de um embate entre dois clubes históricos, curiosamente apenas se cruzaram uma única vez, no principal escalão do futebol distrital, na última década, já na temporada de 2014-15, então com uma categórica vitória dos homens de Amiais de Baixo, por 3-0.

Para esta tarde espera-se um desafio mais equilibrado, e com tendência mais favorável ao U. Santarém, que poderá beneficiar do factor casa.

Os outros candidatos aos lugares cimeiros, embora com missões de grau de dificuldade diferenciado, são favoritos, atendendo ainda a que actuam também, todos eles, nos respectivos terrenos.

O Coruchense recebe o Samora Correia, com os samorenses vindo de um pesado desaire caseiro ante o Cartaxo.

Também neste caso há registo de um único confronto entre ambos, nos últimos anos, com vitória da formação do Sorraia, por 1-0, há duas épocas, a qual se poderá repetir hoje.

Por seu lado, o U. Almeirim terá a visita do “lanterna vermelha”, Alcanenense, equipa que, não obstante, impôs um nulo no Cartaxo, tendo perdido tangencialmente face ao guia na passada semana.

Trata-se de um desafio sem historial recente, nomeadamente pelo facto de a turma de Alcanena ter militado, nos últimos anos, nos Campeonatos Nacionais. Porém, nesta altura, a conjuntura é bem distinta, com o favoritismo a pender para os almeirinenses, que, aliás, terão de vencer, se pretendem manter as suas aspirações.

Ainda sem ter abdicado da luta pelos primeiros lugares, o Cartaxo recebe o Fazendense, que ostenta a mais longa série de invencibilidade, não perdendo há onze jogos!

Estas duas equipas têm-se cruzado amiúde no principal escalão do futebol distrital, com sete jogos realizados no Cartaxo nos últimos oito anos, com predomínio dos cartaxeiros, que somaram cinco triunfos, face a dois do grupo das Fazendas de Almeirim, o último dos quais na época passada.

Após uma longa série de empates (seis nas sete últimas jornadas), o Fazendense poderá hoje ver quebrado o seu ciclo invicto.

Para o U. Tomar, recebendo o Marinhais, esta será uma boa oportunidade para voltar às vitórias, após três desaires sucessivos no campeonato, em ordem a que o grupo possa serenar definitivamente, ganhando maior ânimo para a fase final da temporada.

Os dois emblemas não se encontram, em Tomar, há quinze anos, tendo o União vencido essa última partida, por 1-0. Esta época, na primeira volta, os tomarenses ganharam também, em Marinhais, por 2-0.

Os unionistas não deixarão de ter presente que o adversário desta tarde tem conseguido alguns resultados positivos em terreno alheio, tendo empatado cinco dos oito jogos que realizou na condição de visitante, nomeadamente em Ourém, nas Fazendas de Almeirim, Torres Novas, Ferreira do Zêzere e Samora Correia (depois sancionado com derrota administrativa). Mas é de ter também em conta que o Marinhais vem de uma goleada sofrida em Amiais de Baixo (5-2).

Em Torres Novas encontram-se outros dois clubes históricos do Distrito, com os torrejanos a ter a visita do At. Ouriense.

Nas últimas oito temporadas, defrontaram-se por oito vezes, com um balanço bem repartido, de três vitórias do Torres Novas, três empates e dois triunfos dos oureenses, que, aliás, venceram no campeonato anterior.

As duas equipas atravessam fase positiva, pelo que não surpreenderia caso o desfecho fosse uma igualdade.

À semelhança do U. Tomar, também o Ferreira do Zêzere tem uma boa ocasião para se afastar definitivamente da zona perigosa da tabela classificativa, recebendo a equipa da Glória do Ribatejo, num embate sem historial recente a nível da I Divisão.

A última vez que se cruzaram, então na fase de apuramento do Campeão Distrital da II Divisão, foi em 2015-16, com vitória dos ferreirenses por 1-0. Com as duas equipas longe do seu melhor período (vindo, inclusivamente, o conjunto de Ferreira de uma pesada goleada sofrida em Santarém), os homens da casa são, não obstante, favoritos a somar os três pontos esta tarde.

(Texto da rubrica da Rádio Hertz, com a perspectiva da jornada – 17.02.2019)

Anúncios