Geral


União de Tomar O União Futebol Comércio e Indústria de Tomar comemora hoje o seu 103.º aniversário, que assinala através de “Jantar de Aniversário” a realizar no próximo sábado, dia 6 de Maio.

Renovo os meus Parabéns a todos os que, ao longo de mais de um século, deram o seu contributo para a gloriosa história do clube: Dirigentes, Técnicos, Jogadores e Atletas, Sócios e Adeptos.

18216743_1267767293273110_7885797420705344332_o


Faleceu hoje, com 82 anos de idade, o antigo Presidente do União de Tomar, Fernando Mendes, que dirigiu o clube nas épocas de 1977-78, parte da temporada de 1978-79 e em 1985-86, tendo sido o responsável pelas contratações de Eusébio e de Simões, numa altura (1977-78) em que o União militava na II Divisão Nacional.

Em meu nome pessoal, enquanto unionista, sócio e actualmente Presidente da Mesa da Assembleia Geral do União Futebol Comércio e Indústria de Tomar, apresento as minhas condolências à família.

Cidade de Tomar - 28-10-2016 - Entrevista LV

(Clicar na imagem para ler a entrevista ao “Cidade de Tomar”)

(Clicar na imagem para ler a entrevista a “O Templário” – foto da capa do livro da autoria de Carlos Piedade Silva, a quem agradeço a disponibilidade)

13709940_1019975778052264_3457798548709089458_n

Exm.º Senhor Presidente da Assembleia Municipal de Tomar, Dr. José Pereira;

Exm.º Senhor Vice-Presidente da Câmara Municipal de Tomar, Dr. Hugo Cristóvão;

Exm.º Presidente da Associação de Futebol de Santarém, Eng.º Francisco Jerónimo;

Exm.º Presidente da Direcção do União de Tomar, Sr. Abel Bento, e restantes membros da Direcção;

Caros sócios, atletas, técnicos, minhas senhoras e meus senhores.

Começo por saudar e agradecer, em nome do União de Tomar, a vossa presença neste jantar comemorativo do 102.º aniversário do nosso clube.

Se na mensagem que aqui deixei no ano passado, me centrei, com alguma extensão, sobretudo no passado, recordando muitos dos nomes de figuras que contribuíram para engrandecer a centenária história do União, é altura de, agora de forma bastante mais breve, me focar no presente e, principalmente, no que constitui já um promissor futuro.

Dando início a esta menção com o futebol sénior, depois de, na época anterior, o União ter sido vice-campeão distrital, registando o seu melhor desempenho dos últimos cerca de 15 anos – o que proporcionou o regresso do clube a uma competição de cariz nacional, a Taça de Portugal, onde somou já a sua 35.ª participação, desde a estreia em 1965 –, é de enaltecer o muito digno comportamento de toda a equipa, que, superando múltiplas adversidades, conseguiu manter-se no pódio pelo segundo ano consecutivo, com um bem honroso 3.º lugar, um justo prémio para o esforço e dedicação de todos. Está, pois, de parabéns, todo o grupo unionista: directores, equipa técnica, jogadores, corpo médico e patrocinador, parabéns que aqui corporizo nas pessoas dos principais responsáveis pelo departamento de futebol, Paulo Moura e Lino Freitas.

Mas, este ano, uma outra formação do União de Tomar é merecedora de especial destaque, igualmente na modalidade de futebol: a do escalão de Juvenis, que, culminando uma magnífica temporada – em que comandou o campeonato de princípio a fim, sempre com larga vantagem sobre todos os concorrentes – conquistou o título de Campeão Distrital, uma proeza que não se registava há quase 25 anos, garantindo, paralelamente, a promoção ao campeonato nacional. Excelentes sinais de esperança no futuro do clube! Cumpre-me endereçar também uma palavra de agradecimento a todo o grupo, aqui expressa na pessoa do seu treinador, Hélder Lopes.

Para além do futebol, o União tem vindo, desde há vários anos, a desenvolver muito meritório trabalho na sua secção de atletismo (actualmente com cerca de uma centena de atletas em actividade), em que destaco o papel de Paulo Saldanha, enquanto responsável e treinador, assim como, em especial, nesta última temporada, de dois atletas – curiosamente, ambos também integrando ainda o escalão de Juvenis –, Manuel Dias (Campeão nacional e recordista nacional do Heptatlo e Vice-campeão Ibérico de Provas Combinadas) e Carolina Ribeiro (Vice-Campeã nacional de Pentatlo, que, também no mesmo torneio internacional, em Espanha, igualmente em representação de Portugal, numa prova de superação, bateu os seus records pessoais em todas as cinco provas que compõem o Pentatlo, melhorando paralelamente o seu record distrital), e, também, necessariamente, do respectivo treinador, Tiago Madureira.

Menciono ainda os nomes de Leandro Francisco, Tatiana Santos, Carlota Gonçalves, Sofia Rodrigo, Alexandra Aleixo e Sandra Simões, todos jovens atletas que alcançaram já honrosas marcas, nas respectivas disciplinas, que lhes proporcionaram disputar os campeonatos nacionais dos seus escalões (Juniores e Juvenis).

Por fim, ainda uma última referência – “last but not least” – a Helder Ferreira, neste caso já um atleta com vasta experiência, Campeão nacional de ultra-maratona, tendo sido também o melhor português no Campeonato do Mundo de ultra-maratona.

Prosseguindo uma trajectória realista, com os “pés bem assentes na terra”, o União de Tomar vem, sustentadamente, consolidando a sua posição de referência no panorama desportivo do Distrito e, também, a nível nacional, honrando os seus compromissos, tendo prestes a ser concluído um moroso e difícil processo de recuperação financeira, uma base primordial para que, de forma sã, se possa projectar para plano mais ambicioso.

O que, paralelamente – num clube amador, em que ganha maior fundamento a expressão do “amor à camisola”, partilhado por dirigentes, técnicos, atletas e pais –, requer reforço em termos de estruturação, recursos e meios disponíveis, desde a sede à melhoria das condições a nível de campos de jogos, equipamento de transporte das diversas equipas, até ao material de apoio às modalidades.

Tais metas apenas serão possíveis de alcançar com uma maior aproximação e crescente envolvimento da comunidade em que o União se insere, e na qual, ao longo dos anos, continua a assumir papel de grande relevância em termos da formação dos jovens da nossa terra, não só a nível desportivo, mas, acima de tudo, como homens e cidadãos.

Assim, termino, recuperando as palavras finais do ano passado: o União será o que nós, sócios e adeptos, e todos os tomarenses em geral, quisermos.

Viva o UNIÃO DE TOMAR!

Leonel Vicente

Tomar, 7 de Maio de 2016

(texto completo da mensagem que ontem apresentei no jantar comemorativo do 102.º aniversário do União de Tomar)

União de Tomar O União Futebol Comércio e Indústria de Tomar comemora hoje o seu 102.º aniversário, que assinala através de “Jantar de Aniversário” a realizar no próximo sábado, dia 7 de Maio.

Os meus Parabéns a todos os que, ao longo de mais de um século, deram o seu contributo para a gloriosa história do clube: Dirigentes, Técnicos, Jogadores e Atletas, Sócios e Adeptos.

13063275_981236161926226_2866165947632587064_o

(clicar na imagem para ampliar)

Página seguinte »