Taça Ribatejo


Série 1

Mação – U. Tomar – 2-1
Aldeiense – At. Ouriense – 1-4

1º Mação, 6; 2º U. Tomar e At. Ouriense, 3; 4º Aldeiense, 0

Série 2

U. Atalaiense – Caxarias – 3-0
Folga: Espinheirense

1º U. Atalaiense, 6; 2º Caxarias e Espinheirense, 0

Série 3

U. Abrantina – At. Pernes – 9-0
Alferrarede – Ortiga – 4-3

1º U. Abrantina e Alferrarede, 6; 3º Ortiga e At. Pernes, 0

Série 4

Torres Novas – Tramagal – 4-0
Folga: Amiense

1º Amiense, 3; 2º Torres Novas, 3; 3º Tramagal, 0

Série 5

Ferreira do Zêzere – Pego – 3-0
Folga: Rio Maior

1º Ferreira do Zêzere, 6; 2º Rio Maior e Pego, 0

Série 6

Fazendense – Benfica do Ribatejo – 2-1
Folga: Benavente

1º Fazendense, 6; 2º Benfica do Ribatejo e Benavente, 0

Série 7

Empregados do Comércio – Samora Correia – 1-0
Moçarriense – Barrosense – 1-1

1º Empregados do Comércio, 4; 2º Samora Correia, 3; 3º Barrosense, 2; 4º Moçarriense, 1

Série 8

Riachense – Porto Alto – 5-0
U. Almeirim – Glória do Ribatejo – 0-0

1º U. Almeirim e Glória do Ribatejo, 4; 3º Riachense, 3; 4º Porto Alto, 0

Série 9

Forense – Pontével – 2-3
U. Santarém – Vale da Pedra – 5-0

1º U. Santarém, 6; 2º Pontével e Vale da Pedra, 3; 4º Forense, 0

Série 10

Marinhais – Cartaxo – 0-0
Folga: Salvaterrense 

1º Marinhais, 4; 2º Cartaxo, 1; 3º Salvaterrense, 0

Após a 2.ª jornada da fase de grupos da Taça do Ribatejo, garantiram já o apuramento para os 1/8 de final (seja como vencedor de grupo, seja como um dos seis melhores 2.º classificados)  as equipas do Mação, U. Atalaiense, U. Abrantina, Alferrarede, Ferreira do Zêzere, Fazendense e U. Santarém.

Anúncios

No futebol distrital regressa este fim-de-semana a festa da Taça, com 15 desafios agendados, dos quais apenas dois envolvendo duas equipas do escalão principal.

O jogo grande desta segunda ronda será, sem dúvida, o Mação-União de Tomar, com o líder do campeonato, que, na jornada inaugural da Taça, dando mais uma cabal prova de força, foi golear o At. Oureense, em Ourém, por 4-1, a apresentar-se como um sério teste às capacidades dos unionistas, que, por seu lado, vêm também de uma goleada (4-0 ao Aldeiense) no jogo de estreia nesta competição.

Curiosamente, estes dois clubes nunca, até à data, se encontraram na Taça do Ribatejo. Em jogos do campeonato, realizados em Mação, a tendência é claramente favorável aos maçaenses, com três vitórias e três empates, nas últimas sete temporadas, tendo o União vencido uma única vez, precisamente na já distante época de 2010-11.

O outro embate entre primodivisionários disputa-se na Ribeira de Santarém, entre os Empregados do Comércio e o Samora Correia, com favoritismo para os visitantes, atendendo ao desempenho dos Caixeiros no campeonato, em que acumulam três desaires nas três jornadas iniciais, não tendo ido além do empate na primeira jornada da Taça, na Barrosa, frente a uma equipa do escalão secundário. A única vez que as duas equipas se defrontaram, no campeonato, na época passada, registou-se um empate.

Entre clubes de escalão diferente, o destaque vai para o retomar de um clássico do futebol distrital, entre dois clubes históricos, Torres Novas e Tramagal, sendo que os tramagalenses estão arredados da I Divisão já desde a temporada de 2006-07. Naturalmente, os torrejanos são amplos favoritos para este reencontro.

Também a merecer menção particular, teremos o Marinhais-Cartaxo, datando, neste caso, a última participação do grupo do município de Salvaterra no principal escalão da época de 2003-04. Este será o quarto jogo dos cartaxeiros em terreno alheio nesta temporada, na qual não se estrearam ainda no seu reduto. Não obstante, perfilam-se também como claramente favoritos para este desafio.

Em Almeirim, o União local terá a visita do Glória do Ribatejo, equipa useira e vezeira em provocar surpresas na Taça do Ribatejo, a última das quais, bem recente, ao vencer o Riachense, na primeira ronda da edição deste ano da prova. Porém, a surpresa seria bem maior se os visitados não vencessem este encontro.

Também nas Fazendas de Almeirim os donos da casa se perfilam com notório favoritismo, face à formação de Benfica do Ribatejo. A última vez que os dois emblemas se defrontaram, há duas épocas, na última ronda da fase de grupos da Taça Ribatejo, o Fazendense venceu então por 3-1, podendo verificar-se hoje um desfecho similar.

Em Ferreira do Zêzere, os locais recebem o Pego, duas equipas que se defrontaram, pela última vez, há pouco mais de um ano (Junho de 2016), então em jogo da fase de apuramento do Campeão da II Divisão, com os pegachos a obter uma vitória que, na ocasião, lhes valeu a promoção à I Divisão. No encontro entre ambas as formações em Ferreira do Zêzere, o nulo não foi então desfeito. Esta tarde, os ferreirenses, que vêm de uma goleada (4-1) em Rio Maior, apresentam-se como favoritos.

Por fim, nas partidas entre clubes do escalão secundário, o sublinhado vai para o confronto que opõe U. Atalaiense e Caxarias, duas turmas que se cruzaram pela última vez, na temporada passada, no campeonato da II Divisão, curiosamente, com a turma de Caxarias a golear na Atalaia por 4-1, vindo depois a sofrer uma amarga “desforra”, perdendo em casa, por 0-3, ante o mesmo adversário. Um desafio que se afigura, portanto, de difícil prognóstico, até porque o Caxarias fará, esta tarde, a sua estreia em competição na presente temporada.

(Texto da rubrica da Rádio Hertz, com a perspectiva da jornada – 15.10.2017)

U. TOMAR – João Pedro Lopes, David Vieira (45m – Telmo Ferreira), Diogo Gaspar, Fábio Vieira, Filipe Cotovio, Douglas Pissona, Joca (c.) (45m – Miguel Arcângelo), Rui Pedro Lopes (68m – Luís Alves), Ricardo Pais, Wemerson Silva (51m – Ricardo Augusto) e Luís Rito (68m – Chrystian Pedroso)

(suplentes – Fábio Silva e Nuno Rodrigues)

Aldeiense ALDEIENSE – Joel Dias, João Pedro Nogueira, Ulisses Mateus, Wilson Leite, Diogo Salgueiro (62m – Tiago Gonçalves), Tiago Dias (36m – Pedro Carita), Romero (45m – David Martins), Leandro Maia (c.), Wilson Maciel (45m – José Oliveira), Tiago Silva e João Lopes (69m – André Valente)

1-0 – Ricardo Pais – 7m
2-0 – Wemerson Silva – 13m
3-0 – Wemerson Silva – 40m
4-0 – Wemerson Silva – 46m

Cartões amarelos – Rui Pedro Lopes (32m) e Luís Rito (45m); Tiago Silva e Wilson Maciel (45m)

Árbitro – Rúben Pinheiro

Série 1

At. Ouriense – Mação – 1-4
U. Tomar – Aldeiense – 4-0

1º U. Tomar e Mação, 3; 3º At. Ouriense e Aldeiense, 0

Série 2

Espinheirense – U. Atalaiense – 0-3
Folga: Caxarias

1º U. Atalaiense, 3; 2º Caxarias, 0; 3º Espinheirense, 0

Série 3

Ortiga – U. Abrantina – 1-5
At. Pernes – Alferrarede – 0-1

1º U. Abrantina e Alferrarede, 3; 3º At. Pernes e Ortiga, 0

Série 4

Amiense – Torres Novas – 2-1
Folga: Tramagal

1º Amiense, 3; 2º Tramagal, 0; 3º Torres Novas, 0

Série 5

Rio Maior – Ferreira do Zêzere – 1-4
Folga: Pego

1º Ferreira do Zêzere, 3; 2º Pego, 0; 3º Rio Maior, 0

Série 6

Benavente – Fazendense – 0-1
Folga: Benfica do Ribatejo

1º Fazendense, 3; 2º Benfica do Ribatejo, 0; 3º Benavente, 0

Série 7

Barrosense – Empregados do Comércio – 2-2
Samora Correia – Moçarriense – 3-0

1º Samora Correia, 3; 2º Barrosense e Empregados do Comércio, 1; 4º Moçarriense, 0

Série 8

Glória do Ribatejo – Riachense – 3-2
Porto Alto – U. Almeirim – 1-4

1º U. Almeirim e Glória do Ribatejo, 3; 3º Riachense e Porto Alto, 0

Série 9

Vale da Pedra – Forense – 2-1
Pontével – U. Santarém – 1-3

1º U. Santarém e Vale da Pedra, 3; 3º Forense e Pontével, 0

Série 10

Salvaterrense – Marinhais – 0-1
Folga: Cartaxo

1º Marinhais, 3; 2º Cartaxo, 0; 3º Salvaterrense, 0

Depois de uma breve pausa no fim-de-semana, regressa hoje o futebol distrital, com a ronda inaugural da fase de grupos da Taça do Ribatejo, competição que abrange, esta época, um total de 35 clubes concorrentes, dos quais 21 do segundo escalão.

Dado o número de participantes, a fórmula adoptada para esta edição volta a revestir-se de alguma complexidade a nível do apuramento para os 1/8 de final, em que participarão os dez vencedores de série, assim como os seis melhores de entre os 2.º classificados.

Dos 15 jogos agendados para esta tarde, começo por destacar aqueles em que se defrontam equipas da I Divisão Distrital, que se perfilam, portanto, como sendo os de maior cartaz.

Desde logo, o At. Ouriense-Mação, com os oureenses em busca da desforra da goleada sofrida há cerca de três semanas. Nos últimos sete anos estas formações jogaram, em Ourém, para o campeonato, por 9 vezes, com clara supremacia para os donos da casa, que registam seis triunfos e apenas duas derrotas.

Em Amiais de Baixo, o Amiense recebe o Torres Novas – curiosamente, os outros dois grupos que, a par dos maçaenses, lidera, por agora o campeonato. A turma da casa apresenta-se como favorita, como o atesta também o histórico dos últimos anos, com cinco vitórias do conjunto de Amiais, face a um único êxito dos torrejanos, já há sete anos.

No sul do Distrito, o Samora Correia terá a visita do Moçarriense, assumindo também o favoritismo os visitados, num confronto sem historial recente a nível primodivisionário. Na última vez que ambas as equipas se cruzaram, então no escalão secundário, há três épocas, não foi desfeito o nulo no marcador.

Entre clubes da II Divisão Distrital, realce para o “derby” do município de Salvaterra de Magos, com o regressado Salvaterrense a receber o Marinhais, um jogo de tripla.

Assinala-se ainda o confronto entre o Pontével e o U. Santarém, duas formações que, há não muito tempo, militaram no principal escalão, também de prognóstico indeterminado, porventura com o factor casa a poder ter influência no desfecho da partida, numa série assinalada pela situação singular de ser composta por quatro clubes da II Divisão.

Numa das duas únicas séries que integram três clubes da I Divisão, o União de Tomar (que disputará o apuramento com os conjuntos de Ourém e de Mação), recebe, num encontro em estreia entre os dois clubes, o Aldeiense, reunindo, naturalmente, forte dose de favoritismo.

Na outra série em condições idênticas os Empregados do Comércio deslocam-se à Barrosa, para defrontar o Barrosense. Pese embora os Caixeiros ocupem os lugares da cauda da tabela, não deixaria de constituir surpresa um eventual resultado positivo para os donos da casa.

Por fim, de entre os restantes embates entre equipas de escalão diferente, menção ainda ao Rio Maior-Ferreira do Zêzere, Benavente-Fazendense, Glória do Ribatejo-Riachense, Porto Alto-U. Almeirim e Ortiga-U.Abrantina, em que os favoritos, actuando em reduto alheio, poderão eventualmente vir a deparar-se com inesperadas dificuldades.

(Texto da rubrica da Rádio Hertz, com a perspectiva da jornada – 05.10.2017)

Realizou-se o sorteio da Fase de Grupos da Taça do Ribatejo, esta época abrangendo um total de 35 clubes concorrentes (14 da I Divisão Distrital e 21 do segundo escalão), com o seguinte alinhamento das dez séries (indicando-se os encontros da 1.ª jornada, agendada para o próximo dia 5 de Outubro):

Série 1 – Mação, At. Ouriense, U. Tomar e Aldeiense

At. Ouriense – Mação
U. Tomar – Aldeiense

Série 2 – U. Atalaiense, Espinheirense e Caxarias

Espinheirense – U. Atalaiense
Folga: Caxarias

Série 3 – U. Abrantina, Ortiga, At. Pernes e Alferrarede

Ortiga – U. Abrantina
At. Pernes – Alferrarede

Série 4 – Torres Novas, Amiense e Tramagal

Amiense – Torres Novas
Folga: Tramagal

Série 5 – Ferreira do Zêzere, Rio Maior e Pego

Rio Maior – Ferreira do Zêzere
Folga: Pego

Série 6 – Fazendense, Benavente e Benfica do Ribatejo

Benavente – Fazendense
Folga: Benfica do Ribatejo

Série 7 – Empregados do Comércio, Barrosense, Samora Correia e Moçarriense

Barrosense – Empregados do Comércio
Samora Correia – Moçarriense

Série 8 – Riachense, Glória do Ribatejo, Porto Alto e U. Almeirim

Glória do Ribatejo – Riachense
Porto Alto – U. Almeirim

Série 9 – Forense, Vale da Pedra, Pontével e U. Santarém

Vale da Pedra – Forense
Pontével – U. Santarém

Série 10 – Marinhais, Salvaterrense e Cartaxo

Salvaterrense – Marinhais
Folga: Cartaxo

Nas restantes jornadas, o União de Tomar desloca-se a Mação (a 15 de Outubro), recebendo o At. Ouriense (jogo agendado para 1 de Novembro de 2017).

Serão apurados para os 1/8 de final os vencedores de cada série mais os 6 melhores de entre os 2.º classificados.

O Mação conquistou hoje a 40.ª edição da Taça do Ribatejo, ao vencer, no Entroncamento, no desempate da marca de grande penalidade (4-3) o Coruchense, depois de um empate (2-2) no final dos 90 minutos, após os maçaenses terem recuperado uma desvantagem de dois golos.

Desde a sua instituição, na época de 1976-77, é a seguinte a lista de vencedores da prova: Fazendense (4 troféus), Tramagal, Riachense, Amiense e Coruchense (3); Águias de Alpiarça, Alferrarede, Samora Correia, Cartaxo, Rio Maior e Mação (2); União Santarém, “Os Lagartos” do Sardoal, Pego, Vasco Gama, Ferreira do Zêzere, Benavente, Ferroviários, Azinhaga, Abrantes FC, Monsanto, Ouriquense e Torres Novas.

Palmarés da prova:

1976-1977 – Amiense                        Carlos Pinhão
1977-1978 – Não se disputou
1978-1979 – União de Santarém         
1979-1980 – Riachense                      Carlos Alberto
1980-1981 – Tramagal                       Rui Oliveira
1981-1982 – Tramagal                       Manuel Cardoso
1982-1983 – Samora Correia                 Romeu Oliveira
1983-1984 – Cartaxo                        Fernando Cartuxo
1984-1985 – Águias Alpiarça                Mário Lázaro
1985-1986 – “Os Lagartos” Sardoal          Alexandre Paulo
1986-1987 – Águias Alpiarça                Conceição
1987-1988 – Pego                           José Neves
1988-1989 – Vasco da Gama                  Carvalho
1989-1990 – Ferreira do Zêzere             José Morais
1990-1991 – Benavente                      António Carlos
1991-1992 – Alferrarede                    Rui Oliveira
1992-1993 – Alferrarede                    Quinó
1993-1994 – Samora Correia                 António Carlos
1994-1995 – Tramagal                       Rui Oliveira
1995-1996 – Coruchense                     José Vasques
1996-1997 – Coruchense                     Luís Martins
1997-1998 – Ferroviários                   José Moita
1998-1999 – Azinhaga                       Francisco Murcela
1999-2000 – Rio Maior                      Gabriel Barra
2000-2001 – Cartaxo                        Luís Salgueiro
2001-2002 – Rio Maior                      João Mourinha
2002-2003 – Abrantes FC                    José Vasques
2003-2004 – Monsanto                       Arsénio Fazenda
2004-2005 – Amiense                        Cláudio Madruga
2005-2006 – Fazendense                     Manuel Francisco
2006-2007 – Ouriquense                     Luís Salgueiro
2007-2008 – Mação                          José Carlos
2008-2009 – Riachense                      Frederico Rasteiro
2009-2010 – Riachense                      Frederico Rasteiro
2010-2011 – Torres Novas                   João Henriques
2011-2012 – Fazendense                     Renato Bento
2012-2013 – Amiense                        Paulo Costa
2013-2014 – Fazendense                     Mário Nelson
2014-2015 – Coruchense                     Gonçalo Silva
2015-2016 – Fazendense                     Rogério Vasconcelos
2016-2017 – Mação                          Fernando Rosado

(Nota – lista de treinadores vencedores da prova recolhida por Paulo Pereira)

Página seguinte »